Terça-feira, 1 de Fevereiro de 2005

Missiva ao sul

Pt[1][1].VascodaGama.jpg
O esforço é distinto mas

"Fazer uma ponte ou atravessa-la a arte é a mesma"



Se não entendes o que sinto quando tento falar contigo
Não entendes quando não estou e exiges falar comigo
Estou onde sempre estive quando decides me ignorar
Também não vais entender o objecto fui e sou
Tas nem aí como diz a brasileira
Ainda que penses que estás, tas com uma perspectiva pré feita
Que não te deixa olhar para os lados...
Não é mau, mas é ilusório e mascaras a verdade
E pintas um desejo e não aceitas um facto
Eu só sei que desde aquele dia
Nem sei bem qual
Que decidiste nem sei bem quê
Alteraste o teu humor comigo
Humor a que chamavas Amor
Isso nota-se muito, ainda que te faças de desentendida
Por isso não sei ao que te referes quando sentes que não sou correcto
Quando sempre fui o mesmo e tentei mudar ao teu agrado
Mas nem isso resultou, por mim não quero mudar nada
Quem tem mudado és tu e não por mim acho que por ti
Ainda bem
Não tens que pedir desculpa por nada
Nem eu
Apenas não me faças sentir culpado por nada
Eu sei bem que não quero culpas nem as procuro
Ou pelo menos acho que sou o mais transparente possível
As tuas desculpas servem de nada
Não existem como não existe culpa
Nem nunca eu senti ou tentei que te sentisses
Apenas não entendo e como sinto um mau estar em ti
E não consigo perceber nem ouvir uma palavra
Dizer directamente o que provoca isso
Grito no vale do eco, pelo menos retornam as minhas palavras
Gostei gosto
Como bem sentes não está acabado
Por isso quando o acabares é esse o meu presente para ti
O meu presente acabado
Não preciso saber, ainda que saiba
Só preciso que tu saibas
Eu não sei dos anos
Sei dos minutos apenas isso e isto já é um esforço enorme
Dizes e repetes não és uma pessoa fácil!
Pois eu sou dificílimo se não disse está a vista
Não gostas de coisas fáceis!
Eu adoro
Mas isso é outro filme
A arte é isso
Fazer do nada tudo belo, com o mínimo esforço e dificuldade possível

publicado por bamos às 03:20
link do post | comentar | favorito
12 comentários:
De cris a 19 de Fevereiro de 2005 às 03:34
Venho aqui todos os dias ouvir esta música...
Obrigado ;-)


De anonima a 4 de Fevereiro de 2005 às 00:30
mts vezes as palavras n sao necessárias, mas sim os actos... e um amor inacabado, é um amor q vai durar durante mt tempo, enquanto n se dissipar a dúvida q fica... beijos e felicidades para o blog


De anonima a 4 de Fevereiro de 2005 às 00:30
mts vezes as palavras n sao necessárias, mas sim os actos... e um amor inacabado, é um amor q vai durar durante mt tempo, enquanto n se dissipar a dúvida q fica... beijos e felecidades para o blog


De anonima a 4 de Fevereiro de 2005 às 00:30
mts vezes as palavras n sao necessárias, mas sim os actos... e um amor inacabado, é um amor q vai durar durante mt tempo, enquanto n se dissipar a dúvida q fica... beijos e felicidades para o blog


De Margarida a 2 de Fevereiro de 2005 às 21:52
Meu amigo, qd as coisas ñ resultam, ou qd olhamos pra trás e sentimos q tudo tá diferente, ñ adianta! Qd se pergunta: foste tu quem mudou ou fui eu? Está implicito q aquela pessoa já ñ é a q nos fez saltar o coração. O amor é dificil, e nós temos a capacidade de ainda o complicar mais. E dizes uma grande frase: "Fazer do nada tudo belo..." Beijinhos grandes pra ti


De ferrus a 2 de Fevereiro de 2005 às 13:03
Textos mensageiros...São os teus! Fazer do nada belo :-))) Ensina-me essa arte. Interessa-me imenso :-) Um grande abraço, João!


De anewstart a 1 de Fevereiro de 2005 às 23:59
Talvez as coisas estejam ali, bem à tua frente, talvez nao queiras ver o k t mostram, ou se calhar ja ficaste c uma ideia tao errada que n consegues acreditar nakilo k mais queres que seja verdade! Espero que seja isso, acredita k sim! Pk o teu sentimento transporta isso mesmo, sentimento. Entendes perfeitamente o k kero dizer! Adoro os teus textos, mas sou sincera, cada vez gosto menos do seu conteudo literal. Dscp-m, mas eu n gosto nem um pouko de ler que as coisas tao cda vez mais pa baixo! Espero que as minhas interpretaçoes sejam erradas, espero mesmo! E eu n gosto de me enganar, mas neste caso, como keria estar! Pk, acima de tudo, o que escreves é maravilhoso, ainda que desta forma! Por isso, contigo está a minha esperança! Beijinhu pa ti **************


De anewstart a 1 de Fevereiro de 2005 às 23:57
Talvez as coisas estejam ali, bem à tua frente, talvez nao queiras ver o k t mostram, ou se calhar ja ficaste c uma ideia tao errada que n consegues acreditar nakilo k mais queres que seja verdade! Espero que seja isso, acredita k sim! Pk o teu sentimento transporta isso mesmo, sentimento. Entendes perfeitamente o k kero dizer! Adoro os teus textos, mas sou sincera, cada vez gosto mais do seu conteudo literal. Dscp-m, mas eu n gosto nem um pouko de ler que as coisas tao cda vez mais pa baixo! Espero que as minhas interpretaçoes sejam erradas, espero mesmo! E eu n gosto de me enganar, mas neste caso, como keria estar! Pk, acima de tudo, o que escreves é maravilhoso, ainda que desta forma! Por isso, contigo está a minha esperança! Beijinhu pa ti **************


De Ocean a 1 de Fevereiro de 2005 às 13:36
Mais uma vez gostei imenso do que escreveste,"estou onde sempre estive quando decides me ignorar" está lá! A música também tem tudo a ver, é espectacular. Abraço


De Aran_aran a 1 de Fevereiro de 2005 às 09:40
Bom dia! :) Depois de ler este texto, realmente e pensando bem, o ser objecto pode ser visto noutra dimensão, não de uma forma negativa, mas sim positiva! :)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds