Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2005

Pérolas negro sexo e alegria*2004

perolas.jpg

"lamentando sempre o que os marmotos fazem no berço de algumas"


</tr>




Quero ver hoje no blog um texto bem alegre
Cócegas deixa tomar nota do tópico.
Depende da hora que decidir faze-lo.
Mas vou tentar que seja uma hora boa
O pior é deitar a essa hora e só adormecer horas depois
Quando me deito o pensamento acorda
E as imagens formam-se na cabeça
Um texto "Mont"alegre
Qual é a cor da alegria para ti?
Sofisticada a tua alegria
Pérola e negro
Sim o negro é sempre negro e tem classe, a pérola dá-lhe a alegria
Estou a ver-te com um lindo vestido negro sensual e um lindo colar de pérolas
Com duas pendentes nas orelhas
Agora começo a ver só o teu corpo vestido com o colar apenas
Fica-te mesmo bem
Ver essa tua cara de menina envergonhada arrepiada por as pérolas serem frias e taparem tão pouco dos teus seios
Sobrepões uma perna na outra na tentativa de tapar algo mais.......
E deitas-te sorrindo suavemente numa cama de aromas e seda
E isso é alegria estampada no meu rosto
Pois vejo a perfeição de um momento contigo
Beijo na tua barriga
Suavemente na covinha do teu umbigo
cócegas...
Esbracejas arrepiando mas eu agarro suavemente mas com firmeza as tuas mãos e tu entregas-te ao prazer de sentir cócegas
E continuo a beijar-te
E tu relaxas deitada de olhos semi-cerrados.....
Olhando o candeeiro do tecto que parece dizer estou aqui.......se a luz não chegar hoje para te dar essa alegria que já começas a sentir
Até os objectos são cúmplices num acto de Prazer e "Amor"
A minha palavra mais difícil hoje
Acordas sorrindo e no meu lugar está a rosa
E dizes sonhei
</tr>




publicado por bamos às 03:36
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De sara a 28 de Dezembro de 2004 às 14:03
Não consigo dizer nada. Não consigo sequer respirar, que coisa tão linda. Estás a caminhar, e isso era tudo o que queria. Beijo...


De sara a 28 de Dezembro de 2004 às 14:03
Não consigo dizer nada. Não consigo sequer respirar, que coisa tão linda. Estás a caminhar, e isso era tudo o que queria. Beijo...


De ferrus a 28 de Dezembro de 2004 às 10:58
Neste artigo, lindíssimo tenho que confessar, recordei "cócegas" vividas e outras tantas que se quedaram pelo caminho...Até algumas que eu poderia ter vivido mas o lado negro da vida não permitiu.
Este lado negro que se reflete até em furiosas e insensíveis vagas de água salgada.
Felizmente neste artigo verificou-se o bonito e eterno namoro entre o negro e as pérolas.
Vi côr no que escreveste,vi esperança, reflexo da tua alma...Assim o espero!
Ah! E o malandreco do candeeiro não fechou os olhos? :-)
Um grande abraço, João!


De Marga a 28 de Dezembro de 2004 às 10:47
Bravo joão!!! Simplemente lindo...Adorei a música e as tuas palavras. Obrigada pela capacidade que tens para nos fazer sonhar e sentir cada palavra tua como se fosse nossa. Gostei da simbiose negro e pérola, demonstrando, mais uma vez a tua sensibilidade e bom gosto.Gostei do teu positivismo, apesar das cócegas...;))) Por momentos senti que tinha vivido algo identico, ou...será que sonhei???
Beijocas João e :)))


De Carla a 28 de Dezembro de 2004 às 07:01
E é com uma catástrofe em que somos bajefados pelo direito à vida que damos ainda mais valor a tudo, ao amor e a essa alegria de pérolas que aqui deixaste espelhada. Beijo grande, João querido :)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds