Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2005

Sinceramente*2004

aldebaran.jpg

"E com alguma luz"


É melhor estar vivo que sentir-se vivo, 30 anos de democracia, dão para fazer auto-estradas no litoral sem portagens para nos cá em cima pagar-mos Laranja sei que não é cor para estar vestido mas esta camisola e uma interior por baixo estou pronto para ir ao pólo eu calor e lá fora tudo gelado.
E esta época não é boa para a minha cabeça "num ano e no ano seguinte" Duas moedas e uma face a face que chamas Amor, dei cabo de algum equilíbrio que tinha na minha vida! Não me Amas a mim que eu não quero, quero que te ames e que gostes de mim isso sim faz-me bem é sempre bom saber que alguém gosta de nós, sejamos nós quem formos. Eu gosto daquilo que sei de ti, gosto de ti mas não te Amo nunca vou Amar mais ninguém na minha vida e o mais difícil nisto tudo é que acho que nem a mim amarei mais.
Isso é, posso amar longe distante sem dizer que o faço, uma ideia de perfeição criada por mim, podes chamar ilusão mas há ilusões que são bem melhores que a realidade da vida e tentar fazer com que eu desapareça ao ouvir ou ler a palavra Amor! Um dia destes desapareço e não mais sabes de mim basta repetires Amo-te 3 vezes seguidas.
Ainda hei-de conhecer alguém com uma vidinha confortável por aqui, se existe, não conheço ainda. Sabes a minha vida! Sabes que sei da tua e das tuas lamentações! Imagina a das outras pessoas com quem um dia falei ainda não vi uma vida confortável! Isso deixa-me céptico.
"Lamentações"
Se fosse um texto de alguém desconhecido nem sentia nada se fosse teu e descobrisse lá apenas arte literária e rimas com alguma fantasia e imaginação também não sentia nada e sorria assim senti, dor raiva desespero gritos e no fim a palavra que resume isso Amor se o Amor é isso Não vale a pena Amar!!!! Não achas!? Pois jamais....sentes dor raiva desespero gritos, por mais de 5 minutos, amando um filho, a não ser que se perca, sente-se isso a vida toda, e a sentir isso por Amar alguém que apenas se gosta......não é bom
Nada deitei-me já estava o sol a romper e senti o teu corpo junto ao meu imaginei como deve ser bom tocar um vulcão lembrei-me de tsunamis e de forças da natureza e vi que nem todas são más e destrutivas tu és uma força bruta da natureza e sei que era bom ter-te ali naquela hora comigo mas só estavas na minha cabeça a realidade é mais tsunami na Ásia só preciso de que existas o resto é tudo Zen e virá se tiver que vir um silencio que eu não me importo de fazer e ter.
Homens neutros, quando se trata de mulheres há poucos!!!! Eu sou base muita base, base com acido anula-se mutuamente acido com acido explode base com base......faz-se muita coisa. Estou exausto, é bom que........... Existas e que digas que gostas de mim ainda que seja um segundo por dia, sim é bom saber que alguém gosta de algo em nós por pequeno que seja. É tanta coisa que estaria uma vida inteira para entenderes e ainda sim..... Temo que não entendesses, não és a única que me quer Amar sabias!? Mas no fundo nem tu nem as outras me Amam apenas conhecem a palavra Amor não o que ela significa, tu de mim uma coisa tens sempre certa é a verdade directa, hoje o que queria era tudo menos isso o gostar de gajas e de sexo e até de pessoas, não é fazer colecção não é por no mesmo saco, não faço colecção mas que elas existem, existem. Não claro que não és a única... és a única que quer..... Assustando-me e faz planos de, e sonha com sei lá o que, nem quero imaginar.
Não sei o que digo já não consigo falar com ninguém estes dias.......consigo estar por aqui mas acredita que não falo com nada, o que menos me faz falta é saber que alguém ainda que goste de mim, anda a perder o seu precioso tempo a fazer de mim o tempo todo da sua vida. Não mereço isso nem quero isso de ninguém.
O corpo precisa de silencio de noite para descansar os sonhos só surgem no silêncio
Se não são adulterados pelos ruídos que o rodeiam e sonhar não é mais que a nossa cabeça resolver os conflitos diários durante a calma e silencio da noite apetece-me tanto dormir, sim muito e mais que isso sonhar é o que tenho saudades ligo o rádio de noite pois já não sonho ou se sonho não recordo, os ruídos que o rádio faz são os meus sonhos só preciso de colori-los ao acordar. Eu também abdicava de tudo do nada que tenho, Incrível não entenderes que tu podes te sentir o nada mas és o tudo de alguém, e eu sei que sim isso é possível, mas também sei que isso é ilusório e passageiro.
Temos que dar a real dimensão as coisas é a vida mesmo, posso sentir paixão por algo ou alguém como já senti montes de vezes posso amar até de seguida mas isso tudo passa e só fica ou o doce recordar dos bons momentos ou o amargo desilusório dos maus e tudo foi um momento em nossa vida em que houve luz tu sabes isso melhor que ninguém todos sabemos mas queremos acreditar em contos de fadas, existem mas são momentos, podemos prolonga-los sim podemos mas isso é outro filme um filme possível mas bem mais real e negociado, só não penses que vai ser fácil viveres um conto de fadas comigo, não te iludas pls adoro os teus momentos mas tu sabes eu sei que isso não é possível agora já nem amanha e quem sabe quando.



© Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte

</font>
publicado por bamos às 06:08
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De ferrus a 30 de Dezembro de 2005 às 15:23
Comento junto ao meu comentário do ano de 2004. Fabuloso! Não sei porque te renovaste com as memórias, mas certamente te serão companheiras, vá-se lá saber porquê...Desejo-te um ano de 2006 com tudo o que desejas e anseias. Um abraço Enorme, João, deste também que, mesmo não estando, Está!


De ferrus a 30 de Dezembro de 2004 às 19:25
Li este texto esbelto de conteúdo e senti-me um violador de cartas por abrir. Sentir pessoal que não comento!
Um grande abraço João e se não tivermos mais um segundo de contacto até ao próximo ano, espero sinceramente que ele te dê muitas horas de «...calma e silêncio da noite...» para poderes continuar a ter vontade de sonhar.
Um excelente 2005!


De sara a 30 de Dezembro de 2004 às 08:57
Capacidade esta que tens de me deixar sem palavras. Apenas quero colorir sonhos, apenas quero existir assim, não tenho pressas, tudo o resto anda mais rapido. Aqui não olho para o fim, vejo o que tenho todos os dias é isto que me faz ir ficando e caminhando. Sinceramente...Sabor a mi....ou a ti...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds