Quarta-feira, 16 de Março de 2005

Tempestade de luz














"Depois de olhar o escuro"


Quando fazemos das pessoas o que elas não são

Diz-se depois da tempestade algo vem

Depois da ilusão vem a desilusão

Nesse caso primeiro houve bonança

Agora a tempestade

Virá de novo a bonança

Quando deixarmos de correr atrás dela

Pois vem quando chegar a hora

Não pares se andas com gosto

Ainda que triste

Do outro lado dessa tristeza está a alegria

Olha para trás de ti agora

O que vês?

Olha vira a cabeça

Já viste? Está escuro?

Tens medo do escuro?

Vai, acende a luz

E diz-me o que vês

VAI DIZ_ME

O que vês

Sei de muito boa gente que te adoraria o resto da vida por essas paredes fazerem parte de ti....

Ama esses objectos todos

Aí está a tua felicidade

Tens medo dela?

Eu não digo o mesmo olho para as paredes brancas atrás de mim

E não são minhas ainda assim tenho-as e sinto o amor que as tem de pé

Depois de necessidades básicas como essas e pão na mesa

O Amor acontece simplesmente linda

Parece um filme mas é assim

Queremos miminhos

Mas precisamos paredes e cantos para dá-los e recebe-los

Paredes

Não é regra

Mas se soubermos que a parede é a nossa felicidade...que tememos olha-la

Não adianta procurar na luz

O que temos no escuro

Pois na luz só vais encontrar paredes mais frias que as tuas na sombra

Ou inexistentes como na minha luz

Eu não tenho paredes!

E acredita, tudo que buscas está em ti.






publicado por bamos às 05:18
link do post | comentar | favorito
17 comentários:
De Margarida a 17 de Março de 2005 às 00:54
Olha pela tua janela, e repara como o Sol brilha lá fora! Lindos dias para se morrer e nascer de novo, não achas!? O tempo floresce...admira a Primavera e esquece a tempestade! Um beijinho florido!


De Carla a 16 de Março de 2005 às 22:27
Lindo, lindo, lindo, lindo... A tua 'estocada' final deixou-me emocionada. Que força que dás a quem te lê, João! Obrigada por isso, por tudo... Eu amo tanto as paredes, deve ser bom sinal :)Beijo enorme :)


De Mnica a 16 de Março de 2005 às 22:15
E "quando em sombras entra alguma luz" traz com ela a felicidade de existir, de amar e de conquistar o mundo. E sim, também um dia escrevi "Tudo aquilo que procuras, tudo aquilo que ambicionas, todas as maravilhas que precisas estão dentro de ti. Procura então alguém com quem partilhar tudo que tens e tudo o que és." Beijos gipsy


De Ocean a 16 de Março de 2005 às 20:40
Acredito, não porque ache que temo sempre que acreditar em algo mas sim porque realmente quero acreditar sempre em mim( embora não me leve mto a serio, mas isso é outro assunto). Mais uma vez gostei do que escreveste!
Abraço


De Aran_aran a 16 de Março de 2005 às 20:32
O texto está magnifico, e tem tanta verdade nele! A música, mhmmm que delicia, pôs-me logo irrequieta!!!!:) beijinhos


De andrye a 16 de Março de 2005 às 16:41
Quando tentamos acreditar q uma pessoa é do jeito q nós queremos q ela seja e afinal n é, o desgosto, a desilusão e a dor é mt maior.. p isso mesmo temos de aceita-las cm sao e so nos cabe a nós quere-las assim ou nao.Beijokas grandes.


De Joaninha a 16 de Março de 2005 às 16:23
Joao, Joao,...k saudades d te ler...como é bom saborear as tuas letras, como é bom sentir k existe alguém sensivel capaz d ver no mais insignificante pormenor algo k nos faz sorrir, k nos ajuda a ver aquela luz no fundo do tunel depois d passar por tormentas repletas d escuridao... brigada pela partilha. Fica bem. Beijocas gds.***********


De asara a 16 de Março de 2005 às 14:42
a luz é uma maravilha e esta da tua foto é magnífica


De Lina(Mar Revolto) a 16 de Março de 2005 às 14:39
Gosto sempre de ler enquanto te ouço e isso hoje não é possivel pq não há nada que faça arrancar a música, e o som complementa sempre as tuas palavras que sabes que adoro ler.
Beijo


De jo a 16 de Março de 2005 às 14:36
nunca te agarres às sombras, segue sempre o caminho da luz


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds