Sábado, 1 de Janeiro de 2005

Savana

1Savana.jpg

" E alguma sombra"


Sim é uma perca de tempo dormir.....
Mas faz falta
Eu só quero para ti o que desejo para mim, e não consigo
Afinal tinha amigos
Sei que se pode falar com pessoas e brincar e até ir mais longe um pouco, mas não se vai como tu dizes até ao acto de compaixão
Mas acho que tenho aprendido
Mesmo enganado não evita que me sinta mal com certos actos de terceiros
Estou cansado de fingires que não me entendes
De me fazeres repetir vezes sem conta
E eu porque é que te entendo?
Sim muito bem
Só não sei para onde caminho mas sei bem que caminho
Eu digo-te que fico cansado e tu entendes e repetes chateado!!!
Achas que estou chateado!?
Quando estou chateado não escrevo
Nem consigo falar
Só digo ai ai
Falo de tudo
Já te falei de tudo na minha vida
Se te falar do que gosto vem um nome Marta
Que nunca te falei
Até disso tenho a certeza que sim
Ainda que uma vez
Por isso nunca falo do que gosto
Falo de tudo menos do que realmente gosto
É sim muito pouco mesmo
Mas eu também sou nada
Como poderia gostar de muito!?
O nada tem o tamanho de tudo que vês
em mim
Já disse algo que me cortou tudo que poderia dizer mais ainda hoje
I am speachless
Um ano uma moeda com uma só face
Estou quase a voltar para o buraco
Mas vou ser forte
Vou fazer a minha loja on-line
E se não resultar......
Vou procurar o próximo tsunami......
Instalo-me no paraíso e espero a onda
Mas antes dela........conheço todos os nativos e faço uma festa
Buraco é não querer falar com ninguém
Até aqui
Eu vou estar sempre no teu espírito
Como tu já estas no meu
E muito
E qualquer coisa que te diga nunca será falta de respeito
Não é sono
É cansado de escrever
E tentar fazer-me entender


publicado por bamos às 06:14
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Carla a 2 de Janeiro de 2005 às 01:40
É tão intenso o que escreves, João... Por vezes apetece-me agarrar-te nas mãos e dizer-te 'daqui não sais, é aqui que fazes falta'. E nem penses que vais procurar tsunamis quando precisamos da onda gigante das tuas emoções aqui neste canto. Um beijo enorme para ti!


De ferrus a 1 de Janeiro de 2005 às 13:17
Alguém me disse um dia, numa altura menos boa da minha vida, que devia ir ao fundo de tudo para me içar fortalecido. Tenho subido pelo poço, milímetro a milimetro, tijolo a tijolo... Tenho as unhas gastas de escalar, os dedos feridos de escorregar e voltar a subir... Mas nunca desisto!
Eu mereço isso!
Tu também!
Espero que este texto signifique o início da tua escalada!
Um abraço grande, João!
Um bom ano de 2005!


De sara a 1 de Janeiro de 2005 às 09:55
Hoje como uma criança corri para o pc para ver o que nos tinhas reservado para este novo ano. Vejo uma mensagem de esperança,um esforço em caminhar, tudo muito ao de leve. As pontas dos pés tocaram finalmente no chão...
Sinto me como uma miuda a olhar de frente o oceano a tua aceitação em esperar a onda caso os teus planos não resultem demonstra coragem. Que bom ler isto. Até...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005


blogs SAPO

.subscrever feeds