Sábado, 15 de Janeiro de 2005

Dizer vem, quando se pode ir

 


"Porque te faço pensar?!"
Eu sei, que não tenho método definido.
Mas assim prefiro magoar e ser magoado que fingir ou mentir, eu nunca o faço programadamente ou pensando em magoar, faço-o porque estou magoado depois isso transborda e atinge quem está perto, é como a onda. Sou o único a ser injusto nesta vida!? Ninguém mais é? Ou há alguém que seja 100% justo?



Evito tantas vezes mulher
Na verdadeira concepção do caio-te em cima, é isso tudo que sempre quis e me pareceu correcto
O resto é formas e consequências de termos vidas próprias
Não precisas entender tudo mas se quiseres claro que chegas lá
Eu não entendo nada e nem me preocupo em entender, apenas sentir
O limite é não haver limites
O limite é haver respeito
E se te pedem não, não faças sim
É ai que estão os meus
Que se lixe
Só com os erros vemos a outra parte, a que está correcta
Devemos ter sido
Isso é que foi, e é o pior
Gosto quando te intrometes na minha vida
Não que sejas arrastada sem querer
Atitude
E nesse caso acredita que a minha é diferente,
Da tua, embora possa ser mais errada não sei
Entendo eu, haverá quem não entenda mesmo e até desconfie
Eu desconfio
Eu quero que "o Tempo" melhore
Basta mudar o vento para que tudo se transforme em neve e gelo
Devia-mos andar sempre nus
Numa qualquer ilha tropical
Devias nascer viver em Angola
Sentir terra e vê-la partir
Dia e noite a mesma temperatura
As mesmas carências os mesmos excessos
Tas a entrar em pensamentos gostosos
Sinto
Vem-te sempre
E muito
Com muitos arrepios e adrenalinas
Vamos ver-nos, vou ter contigo
Sonhava o paralítico
E o cego concordava






</html>
publicado por bamos às 04:55
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Maria a 15 de Janeiro de 2005 às 20:11
Bonito Blog...
Se me permitir fazer-lhe uma sugestão que tal um pouco mais de poesia. Vai ver que ficará um blog um pouco mais alegre... embora deva confessar-lhe que sou suspeita por fazer esta sugestão, é que também escrevo poesia tendo já publicado um livro, não há muito tempo. Caso tenha curiosidade em saber mais sobre o meu trabalho terei tudo o gosto em satisfazer essa curiosidade.Parabéns! Cumprimentos.


De Carla Afonso a 15 de Janeiro de 2005 às 16:27
As trapalhadas do Socrates

Ha um mes atraz um conceituado trapalhao portugues, mentiroso por natureza , via nos portugueses , uma cambada de analfabetos e decidiu fazer o circo na comunicaçao social acerca do orçamento de estado , défice e beneficios fiscais.
Passado um mes , esta com a cara de pau que já nos habituou a apresentar proposta eleitoral pior que qualquer dos casos ha um mes por ele contestados.
Quer defice acima dos 3%, nao repoem beneficios fiscais , nao retiram as portagens nas SCUTS.
Afinal era tudo falsidade , o que andava a reivindicar.
Pior de tudo que nao tem vergonha nenhuma e de nada pesa a consciencia a esse sujeito ao nomear para deputado um militante envolvido num processo de pedofilia , como forma de oferecer a este imunidade parlamentar, pois mesmo como suplente , ja beneficia deste estatuto , para nenhum juiz o poder notificar.

Ao mesmo tempo o PCP vem anunciar tambem que prefere a violaçao do pacto de estabilidade com defices acima dos 3% para cobertura do despesismo que ai vem.
Jeronimo de Sousa informou os jornalistas que quer em Portugal uma policia repressiva , tipo P.I.D.E djs .
Afirma que há-de conseguir introduzir o Marxismo-Leninismo em Portugal , esquecendo-se que a U.R.S.S terminou com a queda do muro de Belim.

Francisco Louça do Bloco de Esquerda quer legislar sobre aborto, eutanasia e salas de xuto nas escolas.
Nao sabe esse sr que clinicamente nem um so aborto é seguro.
Em todos existe risco de vida.
Com essa lei que ele tenta , iremos ver gravidas em fila ha porta dos hospitais , ha espera de vez para sairem com mazelas fisicas para sempre.
Quem sabe , se o aborto fosse permitido no ano em que ele nasceu , nao estariamos hoje falando nele. (no aborto).

O presidente Jorge Sampaio que ja viu que estes tres partidos precisam de coligaçao para conseguir maioria , assustado com a decisao errada que tomou , veio pedir maioria para o seu partido , esquecendo que a constituiçao nao preve que o presidente faça apelos partidarios.

Agora andam os eurodeputados de esquerda eleitos por Portugal a tentarem activar em Bruxelas , queixas contra o pais que os elegeu , sob forma de regozijo contra o PSD.



De Mar Revolto a 15 de Janeiro de 2005 às 12:26
Por vezes gosto de te ler num folgo só, porque os teus textos assim sugerem pelo ritmo que contéem.
O cucurucucu paloma é uma escolha excelente, quisera eu já muitas vezes ouvi-la a tocar lá no aromas, só não a encontrei ainda disponível. Estes tipo noticiário espanhol não me deixa ouvi-la como queria..., mas ok!
Bom fim de semana e jokas


De Carla a 15 de Janeiro de 2005 às 09:38
Ahhhh... apanhado! Tu também queres andar nú!!! :))) Adoro a forma como expões os teus pensamentos em conversa :) Beijo enorme para ti, coração lindo!


De Jamour a 15 de Janeiro de 2005 às 09:20
Cheguei e gostei do que li. Obrigado pelo comentário no meu blog. As relações imperfeitas têm igualmente o mesmo sabor desde que reside o amor e a certeza que a base: confiança e amizade persista. Força


De Margarida a 15 de Janeiro de 2005 às 06:39
Fantastico, li e reli, como já é habito! As relações são sempre confusas e são a perfeita imperfeição, mas ñ será por isso q são tão fascinantes? A foto é linda, linda! <beijinhos grandes


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005


blogs SAPO

.subscrever feeds