Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2005

Proveniente do sul

LUZ.jpg

"A luz que invadia"



Para variar claro
Quase sempre sim
Um pouco
Nada
Se fores tu e como és só tu
Quando me aborreço costumo dizer
Não mando dizer por ninguém
Sensível
Não é por mal que digo as coisas da pior forma,
Não pertenço a este meio nem a um outro
Sou um inadaptado de dois mundos
Sou um mundo à parte fruto destes dois
Pois estou no extremo de ambos
São questões meramente culturais e sociais = são porcarias de merda que interessa um caralho
Choca e o rosa fica rosa choque
O trabalho comeu-te!!
Até fiquei mole
E empanturrado
Imaginação fértil
Mole = com vontade de me esticar
E namorar
Estou a caminho disso
Com alguém a acompanhar-me já lá estava.
Namorar
Eu falei em namorar!?
Desculpa estou a ficar muito sulista.....
Devia ter dito de modo a que eu entendesse
É que namorar no norte e na minha concepção é diferente de no sul
Politicamente correcta e muito ajuizadinha
Aqui pimba
Tu os sentidos os sentidos e tu......
Quem me dera que um dia tivéssemos um império
Um império dos sentidos
Tu e eu, eu e tu
Sentados em pé ou deitados
Tu para mim o que achas que és?
Mas eu esclareço tudo
És um enigma
Adorava ver sentir e ter o teu mundo
Não achas que eu te mostro o meu
Na medida do que sei.
E transparente não sou?
Inconstante ou
Previsível e manipulavel?
Não é sinónimo
Mas é um convite
Deverias gostar de mim por ser imprevisível e inconstante
Mas não, preferes previsibilidade
Eu gosto de ti nem sei porque.
Previsíveis são os soldados depois de
Lavagens cerebrais
Os animais domésticos
Seres humanos que se portam como cordeiros diariamente
São do agrado de políticos
Não creio na política
Mas…
Tenho alterações constantes reagindo ao que me afecta
Posso reagir mal ou não no melhor sentido para mim, mas isso é outro filme
Não me queiras ave rara domesticada
Não sou tão diferente de ti
E de qualquer outro ser humano
Sou apenas diferente como todos
Isso não é mau, lamento que hoje no teu mundo se pense que deveríamos ser todos amarelos pois o restante da íris seria só dos eleitos
A culpa não é tua de pensares assim
Só repito, não ouses invadir
Entra a convite que sempre possuíste
Entra para sorrir e passar bons momentos
Não para falar do sexo dos anjos!
Achas que eu não te deixo entrar no meu mundo!??
Que mais te posso eu abrir da minha pessoa?

publicado por bamos às 04:52
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Margarida a 28 de Janeiro de 2005 às 03:44
Mais uma vez li o q escreveste e tive a tal sensação da conversa, é bom, a serio, ñ se encontra isto em mts blogs. E adorei como sempre, embora tenha achado lindo esta parte: Tu os sentidos os sentidos e tu......
"Quem me dera que um dia tivéssemos um império
Um império dos sentidos
Tu e eu, eu e tu
Sentados em pé ou deitados
Tu para mim o que achas que és?
Mas eu esclareço tudo
És um enigma
Adorava ver sentir e ter o teu mundo
Não achas que eu te mostro o meu
Na medida do que sei.
E transparente não sou?"
Lindo!!! Beijinhos grandes


De anewstart a 28 de Janeiro de 2005 às 00:56
Os opostos atraem-se.. =) Cada um há sua maneira! Não há concretos no amor. Porque talvez coisas simples a seduzam mais, talvez porque um complexo texto repleto de lindos sentimentos a assustem, embora não devesse acontecer. Será que a pessoa que te inspira lê os teus textos? E, que acha de todas essas partículas da tua alma? Uma beleza invejável que ela possuí, e que pode desfrutar.. Espero que ela n negue todas essas oportunidades. Pk todo esse sentimento merece ser vivido a dois. Beijinho pa ti, adorei *****


De menina_marota a 27 de Janeiro de 2005 às 16:13
Uma extraordinária imagem, para um belo poema. O reflexo da tua alma ou, a tua alma em reflexo? Gostei. Jinhos :-)))


De Carla a 27 de Janeiro de 2005 às 14:48
Acho que não te podes abrir mais... ninguém pode acusar-te de esconderes algo, mostras tudo o que tens. Quem aceitar o convite um dia, terá que saber isso, que não és previsível. Gosto de ti assim, apesar de alguma insegurança que isso provoca :) Adorei o teu novo template :) Beijo enorme.


De Marga a 27 de Janeiro de 2005 às 13:49
Apetecia-me dizer-te tantas coisas, João. Dizer-te que és previsivel, sim és, porque eu já sei que nos ofereces sempres textos lindos; Comentários ao texto, não os vou fazer, até porque já sabes a minha opinião sobre ele...eheheh Deves ter uma musa inspiradora sulista e politicamente correcta, digo eu...Quanto ao sexo dos anjos...bem...seria um tema interessante a debater.Beijokas João


De Aran_aran a 27 de Janeiro de 2005 às 10:27
Mhmmm.... hoje estás nos teus dias "não"! A imagem e a música é uma delicia! E só uma observação, sempre ouvi dizer que os anjos não têm sexo!!!!! eheheh! :) Um bom dia, com sol e frio por estes lados! :)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005


blogs SAPO

.subscrever feeds