Quarta-feira, 2 de Fevereiro de 2005

Hasta el cielo






 
</head>







Que coisinha





Tanto amor numa simples imagem!





Amo é só a palavra que eu não digo......





Não comeces com pensamentos obscenos





Mas esta ilha merece que eu te Ame





Chato é nós já não sabermos o que é ser criança!!!




Um
bebé





Ter a irreverência dos bebés





Reconhecer o Amor da mamã





Incondicionalmente e com um sorriso





Nunca te esqueças disso





Mais que amar te ensinou como viver e sobreviver





Mostra-te onde está o perigo e a segurança!!!!!





Chato esquecer saber dar isso sem nada pedir em troca





Ter cor, contraste, proximidade





Conseguir ver sempre o brilho dos olhos de alguém




E
ficar pleno por isso





Quem me dera ser cão!





Dei conta pela tua ausência,




E
ainda bem que foi por isso





Era o que fazia falta, um Amor incondicional




No
deve e no haver





Acho que posso ter um cão um pássaro





Sofro muito quando se vão!





Sinto-me impotente e responsável.....





Gosto deles mas sem me sentir dono e responsável por eles





Mas não é a mesma coisa!





Sofro sim, alguns somos assim




É
isso que me falta preencher, é essa lacuna que tenho na minha vida





com confiança





com a certeza de que se acontecer a partida a separação a perca




É
porque era ou foi inevitável





Até confiar em algo ou alguém a cem por cento





Serei sempre assim distante ausente e evitando





Ter algo ou querer algo que me possa fugir das mãos





Nem na morte confio sendo ela a única certeza





assim faço quando digo que “te quiero”





“Si com toda la convicçion”





Eternamente





Mas também tenho a convicção de que pode ser e é impossível





Claro que não!





Mas há prazos




E
tempos marcados e limitados





Infelizmente




Se
passa uma oportunidade raramente temos a segunda





Por que sei que mesmo que te tenha





Vais partir





Mas ia gostar do momento que ficasses!





Como Amei os que estiveste





Agora o que sei é que Amo a tua ilha




E
por simpatia a ti sortuda!





Sabes mesmo conquistar os homens!


 









"Como era bom chegar ao céu ainda que assim não chegasse"



publicado por bamos às 00:51
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Cris a 3 de Fevereiro de 2005 às 02:27
Diz-me, João, esta é uma daquelas ilhas q só podem crescer dentro do peito... n é?
Parece um lugar mágico!
Beijinho


De anewstart a 3 de Fevereiro de 2005 às 01:46
Tenta, ainda que penses que é impossivel, entregares.te totalmente! Confia de olhos fechados e salta em keda livre! Sente a adrenalina do momento, saboreia cada fragmento que sintas. Nada será igual! Depois do momento acabar, escolhe: voltas a saltar? ou voltas à vida "normal". =) Beijinhuuu **********


De Margarida a 2 de Fevereiro de 2005 às 21:57
Quem ñ quer uma ilha dessas? E quem ñ quer ser trasportado nestas "ilhas"... ok tou a divagar loooool, e a ultima frase é linda tb. beijinhos grandes pa ti


De Aran_aran a 2 de Fevereiro de 2005 às 21:12
Olá! "abusado" naaaaa! :) Adorei a música, a imagem e o texto... e apenas acrescento nada é absoluto e "quem não arrisca, não petisca"! :)


De ferrus a 2 de Fevereiro de 2005 às 14:32
De certeza que é uma sortuda :-)))
Um grande abraço, João!


De Carla a 2 de Fevereiro de 2005 às 03:33
Ai, João, que imagem lindíssima... e o texto que a acompanha transporta-me para a minha nuvem mágica :) Que bom alguém ter ilhas assim :) Já te disse que gosto muito de ti? :) Digo outra vez! Beijo grande :)


De Mar Revolto a 2 de Fevereiro de 2005 às 01:48
Como é bom ler-te sempre!
Chegarás onde tu quiseres, garantidamente!
Beijo grande


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005


blogs SAPO

.subscrever feeds