Sábado, 19 de Fevereiro de 2005

Amanhece em mim



</head>





"Sem nunca ter anoitecido"


Há dias assim.....
Mas não é hábito nem normal
Algo me levou o sono
Nada de produtivo
Vieste por certo.....
Acabei de te pressentir, e quase que te via
Hoje com tanta agitação e falta de sono não normal
A onda vinha contigo
Já não acontecia há quanto tempo?
Estou sem saber
Nada sei nem sabia
Raramente te faço perguntas
Tu é que deves achar que faço muitas,
Pois não respondes a algumas que vou fazendo
Estrategicamente fazes de conta que não falo
Mas já não sei, e não posso e tenho a certeza que não devo
Embora sinta o assunto como algo pessoal
A ultima vez que respondeste
Fartamo-nos de falar na "ilha"
E na universalidade das minhas palavras.....






publicado por bamos às 04:48
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Menina_marota a 19 de Fevereiro de 2005 às 14:46
Lindo este amanhecer...;-)


De ferrus a 19 de Fevereiro de 2005 às 13:18
Pois que se façam perguntas, haverá sempre resposta a uma delas pelo menos...Todos temos as nossas ilhas, são bonitas, não são? :-)) Um abraço, João e Bom fim de semana!


De Ocean a 19 de Fevereiro de 2005 às 12:40
Há, de facto, dias assim como tu tão bem descreves, bela imagem! Abraço e bom fim-de-semana


De andrye a 19 de Fevereiro de 2005 às 10:55
Adorei a imagem ta magnifica.o poema pa variar ta lindo,romantico,sensivel..seras mesmo assim?? beijokas grandes e bom fim de semana.


De Plantacarnivora a 19 de Fevereiro de 2005 às 10:04
A foto é magnífica, pois amo o pôr do sol, simplesmente, e depois ao pé da foto, o resto para mim, perde um pouco o brilho, perdoa-me,mas é pessoal, no entanto o poema está rico mas nostálgico. E já agora quanto ao dia 20, presumo que seja das eleições, aguarda-me e logo se vê, não faço muitos planos...hoje em dia!!!!!!!!!! Beijos grandes


De Carla a 19 de Fevereiro de 2005 às 07:45
Apesar de poder parecer um desabafo triste, dei por mim a sorrir enquanto te lia. Há privacidades que se entendem tão bem :) Deixa que a tua ilha e a universalidade das tuas palavras contagiem quem te rodeia, João querido :) E os teus carinhos surtiram efeito, hoje a minha alma está mais azul :) Beijo enorme, companheiro da noite e da minha alma :)


De Liliana a 19 de Fevereiro de 2005 às 07:20
Olá João!
Adorei este poema, como tudo aquilo que escreves. A tua sensibilidade tira-me a respiração!!! Beijinhos com muito carinho e afecto, Liliana.


De Liliana a 19 de Fevereiro de 2005 às 07:20
Olá João!
Adorei este poema, como tudo aquilo que escreves. A tua sensibilidade tira-me a respiração!!! Beijinhos com muito carinho e afecto, Liliana.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005


blogs SAPO

.subscrever feeds