Quarta-feira, 2 de Março de 2005

A vida num segundo







"Momento"


Devo ter vivido
Mas sinto os dias que restam.
Deixou, e nunca deixou deixei
E nunca deixei
Nem sei
Não tem explicação
Vida cruzou-se
E descruzou-se derrapante
Por vários factores
E algumas mentiras
deixei..... Voltei
Deixei voltei a voltar
Deixou voltou
Foi muito intenso tudo num só tempo
Entretanto volta parece voltar mas não volta
Há muito que escrever ainda e no fundo nada mais que interesse ser escrito
Mentiras simples ou verdades complexas
Sei bem onde queria estar
Eu no simples vejo o mais complexo
No belo vejo feio e no feio costumo achar belo
Viver
Um dia prometo viver ou vive-lo contigo no mesmo espaço
No tempo que tivermos chamar-lhe-emos dia
Ainda que possa durar um ano
Os outros já não sei não faço planos nem me mostres calendários
Estou velho
Um dia vamos todos ser
A relatividade de um nado morto será que viveu?
Onde foi que envelheceu!?
Acho que todos somos e temos a felicidade em nós
No dia que vivemos ou repetimos um prato
Custa-nos traze-la a superfície
Eu com dias vou parecer ter séculos
Tu pareces ter vida e és apenas um segundo
Eu hoje também estou assim
Sou tenho sempre momentos felizes
Em todos os dias que vivi
Mesmo naqueles que a vida te perdi


 






publicado por bamos às 04:21
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De Enamorada a 4 de Março de 2005 às 14:27
Maravilhosa paisagem...Combina contigo!Um beijinho


De Maria a 2 de Março de 2005 às 20:54
Muito bonito sem dúvida. Por estas viagens que tenho feito pelos blogs, tenho encontrado coisas interessantes. Continue a actualizar o seu blog. Parabéns pelo mesmo. Cumprimentos.


De andrye a 2 de Março de 2005 às 17:58
O importante é n nos perdermos a nós proprios!bonito poema e linda imagem João!beijokas grandes e n te eskeças de visitar: www.primas.blogs.sapo.pt


De andrye a 2 de Março de 2005 às 17:56
O importante é n nos perdermos a nós proprios!bonito poema e linda imagem João!beijokas grandes e n te eskeças de visitar: www.primas.blogs.sapo.pt


De Joaninha a 2 de Março de 2005 às 17:46
Vive a vida como se de um segundo se tratasse,...mas vive-a da melhor maneira possível, sê feliz e faz os outros felizes! Beijinho de quarta-feira*************:)


De Stela a 2 de Março de 2005 às 16:18
Não sei se interpretei bem o teu poema, mas prefiro lê-lo como se de uma saudade de um amor num futuro próximo se tratasse. e só isso é que realmente importa nesta vida. Passados, para quê? o que importa é o que aí vem!!! envelhecimento? só se for o da alma o resto não é importante desde que a alma seja eternamente jovem. Ai se a vó maria lesse este texto. Adoro esta música. dá para parilharo site onde linkas os teus mp3? como é que as colocas nos comentários?


De Mnica a 2 de Março de 2005 às 14:00
Hummm, inspiração soberba! A Vida num segundo ou num século, não importa, importa apenas que a tenhas vivido...só ou acompanhado tanto faz, a tua, a minha, a vida de todos nós é uma manta que vamos confeccionando ao longo da nossa existência e acredita que a maior parte dela é preenchida de cantinhos assim gostosos e harmoniosos...sim porque esses merecem ser relembrados, os outros...o vento leva-os e trá-los de volta, mas os momentos felizes não sairão nunca do nosso pensamento e do nosso coração. Um beijo e continua ser como és :)


De Carla a 2 de Março de 2005 às 13:23
Hum, que bonito... :) Fazermos do melhor que vivemos o nosso tempo, sejam nanosegundos ou séculos, é o que de mais bonito a memória nos pode oferecer :) Nunca envelhecerás, João :) Assim nunca :) Beijo enorme :)


De ferrus a 2 de Março de 2005 às 12:50
Todos os momentos são pontos de um segmento de recta, cujos pontos foram, estão e serão registados. É a recta da nossa vida, minha, tua e de todos...momentos azuis e amarelos ou negros como a pedra da dor. Todos eles nos parecem pequenos ou grandes, conforme a intensidade da chuva.
Viver os momentos com as suas cores...eis o segredo da Vida!
Um abraço, João!


De PlantaCarnvora a 2 de Março de 2005 às 12:08
Hum! Muito bom. É um dia de cada vez, como se fosse o último com conta peso e medida, porque no fundo espero que hoje não seja o último, então lá temos que guardar algumas coisas (só algumas) para amanhã. A qualidade hoje veio ao cimo. Beijócasssssss


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005


blogs SAPO

.subscrever feeds