Terça-feira, 22 de Março de 2005

Aí onde quer que andes








Bom dia Prima

Vera

Coisa boa tu és!

Chuva

Se te saiu é porque antes entrou

Tudo que sai já antes alegadamente deve ter entrado

Ficam contentes de te ver

Aproveita enquanto dura, amanhã

Já és mau tempo

Eu também, estou aos saltos por estares aqui (aí onde quer que andes)

Atchimmmmm

Espaços de alegria, em tempos que são nem são maus

Tempos apenas

Estás sequinha mas sabes derreter

Isso incomoda! tanta seca... gosto de um pouco de humidade

Sei que não és parva

Já apanhei umas gotitas

Mas aqui também não é da molha parvos

É mesmo, molha tudo parvos ainda mais, linda tu és

Conta-me tudo......

Que te tem aparvalhado a vida?

Conta!

Não acredito em nada

Mas aceito o que digas

Declarações de Amor, tens tido?

Já sei que tu não falas essas coisas de ti comigo

Só de mim contigo

Tens tudo ao teu alcance

O que queres ou quiseres

Eu sei

Deixa-te de coisas

Como gostas de ser amada?

Acende a lareira

E faz amor de Inverno com ele

Em frente a ela, pisca o olho ao verão

E não deixes que ele traga os fogos este ano

Acende a lareira no Inverno deixa…

Libertar os aromas de resinas queimadas

Vais ver que o verão colorado

Não será queimado e

O Outono vai ser dourado

Não fiques sozinha

Feita tonta a olhar a lareira!

Vera olha o verão delicia-te!

Mas Ama e "come" o teu Inverno

Sonha com o Outono que nunca tocarás!

Namora prima, foi para isso que nasceste

Vera




"Estou aqui aos saltos"



Bom dia Prima
Vera
Coisa boa tu és!
Chuva
Se te saiu é porque antes entrou
Tudo que sai já antes alegadamente deve ter entrado
Ficam contentes de te ver
Aproveita enquanto dura, amanhã
Já és mau tempo
Eu também, estou aos saltos por estares aqui (aí onde quer que andes)
Atchimmmmm
Espaços de alegria, em tempos que são nem são maus
Tempos apenas
Estás sequinha mas sabes derreter
Isso incomoda! tanta seca... gosto de um pouco de humidade
Sei que não és parva
Já apanhei umas gotitas
Mas aqui também não é da molha parvos
É mesmo, molha tudo parvos ainda mais, linda tu és
Conta-me tudo......
Que te tem aparvalhado a vida?
Conta!
Não acredito em nada
Mas aceito o que digas
Declarações de Amor, tens tido?
Já sei que tu não falas essas coisas de ti comigo
Só de mim contigo
Tens tudo ao teu alcance
O que queres ou quiseres
Eu sei
Deixa-te de coisas
Como gostas de ser amada?
Acende a lareira
E faz amor de Inverno com ele
Em frente a ela, pisca o olho ao verão
E não deixes que ele traga os fogos este ano
Acende a lareira no Inverno deixa…
Libertar os aromas de resinas queimadas
Vais ver que o verão colorado
Não será queimado e
O Outono vai ser dourado
Não fiques sozinha
Feita tonta a olhar a lareira!
Vera olha o verão delicia-te!
Mas Ama e come o teu Inverno
Sonha com o Outono que nunca tocarás!
Namora prima, foi para isso que nasceste
Vera





publicado por bamos às 06:00
link do post | comentar | favorito
|
17 comentários:
De Mnica a 23 de Março de 2005 às 18:38
Eu acho que a nossa prima Vera chora de saudade pelo Inverno e de ansiedade pelo Verão. Mas foi ótpimo ela ter chegado assim tristonha, com toda esta água, lavou-nos a alma e espevtou-nos a emoção. Beijos gdes para ti, poeta escritor eterno romântico e apaixonado


De Carla a 23 de Março de 2005 às 01:03
Bom dia, Primavera!!! :)))) E não é que ontem fez sol por aqui? :)) Pareceu-me reconhecer o local da foto, mas não tenho a certeza. Onde é? :)) Beijo grande, João querido :)


De tanya a 22 de Março de 2005 às 22:45
Adoro a Primavera e amei as palavras que lhe dedicas-te neste teu texto magnifico... Beijinhos


De anewstart a 22 de Março de 2005 às 19:22
Amei =D Não só porque pa mim é a melhor estação do ano, como também pela maneira como conseguiste trata-la!! Ai a Prima... Tão nova,tão clara, tao lindah, tao cheia de vida.. E agr anda armada em má, feia, escura.. anda a pensar nos outros e deixou de ser ela mesma.. Amou o Inverno e anda a trabalhar por ele, já viste no que o amor dá?? O amor tem destas coisas, até a nossa Verinha faz sacrificios... e k sacrificios...
Desculpa a minha ausencia =(
Beijinhu muito grande =) *******


De Maria do Cu a 22 de Março de 2005 às 17:53
João, fez uma linda homenagem, à mais bela estação a Primavera. Beijinhos.


De ferrus a 22 de Março de 2005 às 17:01
Venha a Prima Vera colorir os cinzentos do In Verno! :-)))) Um abraço, João e que te seja proveitoso mais um ciclo anual!


De andrye a 22 de Março de 2005 às 16:29
A primavera q começou c chuva mas q nos comtempla hoje c este belissimo dia! :) bonito poema! :) beijokas.


De Laura Antunes a 22 de Março de 2005 às 16:12
Boa Primavera para ti. Abraço Laura


De Margarida a 22 de Março de 2005 às 15:34
Ai Prima, Vera, Prima, Vera...ou lá como te chamas....!? Hoje estou que nem posso...saudades demais!? A distância corroi-me por dentro! Desculpa..hoje não devia sequer escrever! Estou que nem posso!


De polittikus a 22 de Março de 2005 às 15:26
Suaves palavras de Primavera...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005


blogs SAPO

.subscrever feeds