Segunda-feira, 2 de Maio de 2005

Perspectivas - pormenores







Faz-se cria-se e
Não é o homem que muda o mundo
É a tua perspectiva de olhar para ele
Eu sou capaz de te dar todos os meses flores com cores diferentes!
Gosto de tudo isso e mais...
O que mais gosto é poder isso tudo
Com a maior das naturalidades
Sem espantos
E sem pensar em poder ou não
É tão fácil de fazer cores diferentes
Quando quem nos rodeia faz perspectivas com luzes
Consegue-se Roma em Lisboa aposto!!...
Com imaginação se não podes ir a Roma, Roma vai até ti
É giro quando uma criança vê o mar pela primeira vez
E a ultima num adulto parece sempre a primeira (pormenores)
Quanto mais moderna é a educação
Mais valores do antigamente são transmitidos
Clássica
Uma clássica com classe e moderna é o que vejo
Adorava ter crescido contigo!
E hoje ser o teu maior amigo
Perfeito sim
Só por te conhecer a ti
A menina perfeita
Se eu te olhar bem és sim
E olhar com pressas a correr e sem tempo
És apenas uma mulher
É isso que todos os seres humanos são quando se os olha atentamente
E de vários ângulos
Seres com defeitos mas perfeitos





</html>
publicado por bamos às 05:05
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Lina a 3 de Maio de 2005 às 03:32
;)

E lá vou eu ao som da melodia, rdopiando até ao baú das recordações, e os sapatos de sola de camurça e os vestidos de cetim carregados de lantejoulas bailam agora neste teclado, para te dizer que a vida tem coisas muito boas, há sorrisos que não se esquecem mais, disponibilidades carregadas de franqueza que nos enchem a alma e tudo isso és tu..., é um prazer ter-te como amigo.
Beijo grande


De Humberto a 3 de Maio de 2005 às 00:07
Uma mulher tal como um homem possui naturalmente defeitos ou virtudes, dependendo é verdade, da observação e do julgamento dentro dos nossos critérios de moralidade sobre o que realmente eles têm de defeito ou virtude. O que pode ser defeito ou virtude para mim, pode não ser para o João, não é verdade? O que interessa verdadeiramente e que estabelece a ponte entre o que é defeito e o que é virtude é a sensibilidade que cada um de nós tem em na paciência e na bondade em compreender a mentalidade e as atitudes que o outro enverga. Talvez assim, em acentuada compreensão se modificasse a humanidade desumanizada que prevaleçe cruelmente nos nossos dias.


De Mnica a 2 de Maio de 2005 às 18:10
João, quando se gosta, tudo pode acontecer. Parece que somos inundados por uma força superior que nos leva a amar/gostar sem limites. Mas sabes...começo a achar que essa pessoa de que tu tanto falas não existe. Tantas qualidades e um único e grande defeito...deixa-te sózinho.....Hummm cá para mim essa pessoa é apenas a Vida personificada num ser humano. Mas, fico contente por saber que és gentil e carinhoso, hoje em dia,as pessoas não demonstram o quanto gostam umas das outras. Beijos


De madalena a 2 de Maio de 2005 às 12:35
Tudo é possivel João quando queremos. Não espaço nem tempo se desejarmos apenas o momento e aí sim...tudo se enche de cores e de luzes... Beijo1


De andrye a 2 de Maio de 2005 às 11:02
Qualquer manifestação de carinho em qualquer lado pode-se se nós quisermos.pois o amor n tem lugar,n tem espaço..gostei mt.boa semana pa ti-.beijao


De maria a 2 de Maio de 2005 às 08:19
Olá João
Como eu gosto de vir aqui visitar-te, manhã cedo e levar com uma lição de poesia:)
e como poderia ser giro tomarmos um chá menta em Casablanca ::))
xi coração
maria


De Carla a 2 de Maio de 2005 às 06:29
O que escreveste, João, é muito, muito bonito. O teu remate diz tudo. É possível Roma/Amor em Lisboa e em todo o lado, basta querermos, não é? Basta que nos deixemos guiar pelo coração, sem análises e explicações para tudo. As coisas sem nome, que apenas se respiram e que a pele absorve com todos os seus poros, são as mais bonitas. Porque são inteiras e imaculadas. Um beijo enorme, tu que me cativas.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005


blogs SAPO

.subscrever feeds