Quinta-feira, 12 de Maio de 2005

Tiro no escuro








Não sei... se há variadíssimas formas de amar
Claro que há, deve haver, há com certeza
Mas este é aquele amor que envolve sexo eu sei sinto-o
Todos......... De todos os que me envolvo
E procuro nos dias de hoje
Com honrosas excepções
No entanto não existem existindo são como este texto
Espirituais
Por isso eternos... e ainda que fossem físicos...só esse podia ir partir e morrer
Ou se estivermos impedidos por vários factores para fazer esse nada
É assim é a fé
O acreditar que vale a pena
O ter a certeza que é isso que se quer e procura
O comodismo de uma alma cansada
O duvidar e questionar para que quero mais Amores na minha vida?
Que está no fim
Já tenho tantos
E todos Morrem como se diz por ai
E eu logo eu sou condenado a mantê-los a vida toda pois acredito
Se tiveres a capacidade de os esquecer nunca são demais
E fores como eu que os manténs
Pode ser esgotante sim
A capacidade de dividir tudo que sentes....
Pode deixar-te a sentir-te que não há mais nada
Para dar a ninguém
Deixo-me levar
Todos os dias
Um pouquinho
Há sempre quem leve algo de mim
Também recebo muito....
Recebo mais que o que dou....
Já tenho pouco para dar...
São tantos os que querem levar e eu faço gosto em dar
Em certos aspectos assédio consentido procurado
Mas não esse assediado que se entende por ai
Nesse aspecto sou mais eu assediar....
Mas arrependo-me sempre pois sei que mais que isso é quase impossível dar e acontecer
Palavras apenas são um escape sim...
Para alguns sentimentos
E outros desejos





</html>
publicado por bamos às 03:09
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Cris a 14 de Maio de 2005 às 02:57
Tu entregas-te de uma forma q até doi! Por isso gosto tanto de vir aqui conversar ctg... sentar-me ao teu lado e conversar ctg nos pedaços de alma q aqui deixas... beijinho


De Carla a 13 de Maio de 2005 às 00:22
'É assim que é a fé: o acreditar que vale a pena' - é exactamente isto que penso, João. Quanto ao resto... acho que por vezes ligamos o complicador, como diz um amigo meu, e esquecemo-nos que basta sentir, que não é preciso explicar tudo. Continua a escapar-te e escapulir-te por entre as palavras e continua a acreditar :) Beijo enorme, João querido.


De Lina a 12 de Maio de 2005 às 22:55
Mais um texto muito sensorial, bem ao teu jeito. Adorei e esta música há-de fazer sempre parte da actualidade.
beijo grande


De andrye a 12 de Maio de 2005 às 21:59
Ola!Desculpa andar um pouco ausente..mas n to a passar uma boa fase da mnh vida..este texto caracteriza algms das coisas q sinto e é verdade cada pessoa tem o seu jeito de amar,mas ser "amada" cm tava a ser,nao obrigada!beijokas grandes e ve se apareces.


De Joaninha a 12 de Maio de 2005 às 15:30
Existem variadas formas de amar, sim... tu amas! Amas com as palavras de uma forma brutal k escala montanhas, e sobrevoa pelas planicies ao encontro daquilo que queres, daquilo k desejas. Beijinho ternurento**


De Marga a 12 de Maio de 2005 às 10:07
Não, não deixei de visitar o teu blog, faço-o diariamente só que o tempo, esse malvado, nesta fase ,escapa-me por entre os dedos e vôa. Continuo a gostar muito de tudo que escreves e prometo voltar a dar-te a minha modesta opinião, logo que esteja mais disponivel.Beijocas e :)))


De Antonio a 12 de Maio de 2005 às 07:24
Olá! Esta dificil comentar nos blogs que passo, motivo: criei uma pagina só de links de blogs que visitei (bons) e por isso vou pedir um favor, caso se você voltar a comentar no meu blog, por favor coloque o endereço por extenso do seu blog, pois, eu não consigo visualizar o seu endereço pelo comentário que é pequeno quando “Klico” para abrir (não sei e você entendeu, sou péssimo em informática) o endereço sai pela metade! Sou verdadeiramente um parvo! Fiz esta pagina e não sei como linka-la no meu blog!!! Vou ter que achar alguém que saiba!
www.livejournal.com/users/brasill_brasill/


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005


blogs SAPO

.subscrever feeds