Quinta-feira, 23 de Junho de 2005

Se senta sem ti me tros








Esse olhar
sombreado lindo e perturbador das minhas bases actuais no mundo



Essa
energia que se vê



Sente-se e
sentes um rubor.... Pelo corpo inteiro



É



Abres as
asas e sim



Voas, voas



Sim



Pelo menos
nesta vais voando



Um passo
decisivo de cada vez


</p>








publicado por bamos às 04:33
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Carla a 26 de Junho de 2005 às 06:18
Hummm... vale a pena voar :) Aqui voa-se, aqui soltam-se asas... Beijo alado, João lindo.


De ferrus a 23 de Junho de 2005 às 20:21
Um passo de cada vez que se abrem as asas com que caminhamos...Finalmente consegui aqui entrar, João...esteve muito difícil! Um abraço para ti e bons passos!...


De Lina a 23 de Junho de 2005 às 14:13
Estou completamente siderada na música. Como é possível fazer-se uma letra com tamanha sensibilidade?! ;) Beijos voando também


De Snia a 23 de Junho de 2005 às 08:50
de vestido sombreado/
em laços deslaços/
te enlaço e te beijo/
voando!

Beijo [te]


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005


blogs SAPO

.subscrever feeds