Quarta-feira, 6 de Julho de 2005

Intra-muscular[no além]para te fazer... bem







</p>


No fundo vemos coisas e pessoas que gostamos todos os dias



Basta não ter receio nem medos ou pudores de se dizer e assumir
que se gosta das coisas e certas coisas nas pessoas



É como digo é fácil basta assumir o que se gosta



Te conheço me apaixono e ainda sem te conhecer já te Amava



Apenas o que sinto acredito



Claro que pode ser passageiro ou duradouro, intemporal é sempre
melhor



A energia que te senti a rebater desentendimentos



Ou fazer grandes simples acontecimentos



Faz de ti um perigo



Uma curva bem perigosa para alguém como eu



Exagero para mim o que sinto



E digo na hora escrevendo



Sem receios e a quem quiser ouvir lendo



Assim sem tempos num momento



Anda muita gente linda por estes meios virtuais



Anda aqui a massa cinzenta e beleza quase toda deste pequeno
Portugal



É tão fácil gostar de ti e todos e era tão difícil encontrar-te



Como seria fácil te fazer sentir e sentir coisas fortes contigo



Baixar as defesas



Se alguém se deixa amar......... É tão fácil amar



E tão bom sentir coisas e dizer loucuras e parvoíces babadas



Ouvir também ser



Bom e ela boa, sabe dizer



Feiticeira faz, diz, aconteceu e eterniza o sucedido



É com certeza fácil amar difícil será ter amor sem procriar



Tenho experiência mas não me socorro dela



Faço experiência da experiência do dia e da hora no momento o
momento



Valho-me do que acontece neste instante...



Conscientemente tudo o resto se acontece é inconscientemente



Gosto desse teu sorriso!



Como sei que adoraria viver na Sintra de séculos passados



Ou na Lisboa futurista








 




publicado por bamos às 04:00
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De ferrus a 8 de Julho de 2005 às 06:00
Faço minhas as palavras da Carla...Tb gostaria de te ver nesta Lisboa Futurista :-))) Um abraço, João!!!!


De Joaninha a 7 de Julho de 2005 às 13:23
Olá kerido Joao! Sinto nas tuas palavras que estás a viver um amor recheado de paixão, bem-hajas... mtas felicidades. beijinhos**


De Lina a 7 de Julho de 2005 às 02:00
Hummmmmmmmmmm, e viva o amor, de forma escrita, cantada, tocada, falada ou tocada, viva ele em todos os sentidos e viva tu também;). Jokas doces


De madalena a 6 de Julho de 2005 às 14:14
Se alguém se deixar amar....É tão facil amar!
Sim é bom amar... E tu amas de jeito muito especial... Também gosto do teu sorriso!! Beijo


De Carla a 6 de Julho de 2005 às 14:12
Intemporal é sempre melhor... concordo, oh se concordo :) O que tu dizes soa sempre tão bem, João querido! Gostava de te ver por aqui, nesta Lisboa de hoje :) Um beijo grande, 'são' como tu.


De Snia a 6 de Julho de 2005 às 13:35
um FEITIÇO te faço/
desfaço/
e faço mais outro/
contra a parede/
em seiva, fogo ou sal/
Vaporosa/
Ama!
Mas ama muito/
Voa-me!/
estou quase em Transe!/
Beijinho grande Amor meu...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005


blogs SAPO

.subscrever feeds