Sábado, 29 de Outubro de 2005

Em sequência da parte... um todo...



































 


 


 


 




Adoro-te tudo….




Ainda assim de quando em vez




Acertas com as minhas cores preferidas...


 


 


 


 


 






publicado por bamos às 22:46
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Domingo, 23 de Outubro de 2005

Fantástica



































 TEUS SEIOS...













Em meu desejo uma fixação

Aos meus olhos uma obsessão

Em minha boca o prazer do toque

Em minhas mãos sedução

Quando excitados

Lembram pêssegos maduros

Em momentos de ardor

Avoluma-se num frenesi

No auge do teu desvario

Olhas-me qual fêmea no cio

E os oferece sussurrando

Suga-os !!!

E os deita em minha boca

E eu me delicio.



AUTOR DESCONHECIDO


 






publicado por bamos às 03:57
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 18 de Outubro de 2005

Fantástico







A  mãe e o filho

Esta é uma formação rochosa na beira de um lago na Birmânia. Esta foto só
possível em um determinado período do ano, devido à luminosidade pela
inclinação do sol. Para conseguir melhor efeito incline a cabeça para a
esquerda até ver o reflexo da imagem juntar-se à própria imagem.




 

 







publicado por bamos às 02:43
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Outubro de 2005

Sombra



































 


Estou
cansado....



Muito
cansado...



Quero
dormir hoje



E
espero que passe



Ainda
que pouco seja bem



Sim
pouco bem e na minha camita



Que é
enorme como a tua linda




Especial




Espacial e temporal



Acho
que o único que tenho ainda meu



É a
cama...




Desenhada e construída por mim



Eu, eu



Cada
vez mais...




Agradeço-te tudo




E se um
dia


não o fizer castiga-me ou castigo-me eu ainda mais




Eu que


não consigo perceber o espírito festivo




Aind
a
mais quando oiço foguetes




Qu
e
me lembram morteiros




E democracias – – que me lemb
ram
entregar pedaços de nações aos merc
adores
e


exploradores de....



de...




T
udo
que possa ser explorável




E se tran
sforme
em luxos de 5% de privilegiados



Eu sou
explorável



Dirão
uns: mais deplorável



Mas sou
explorável....



Para
quem consigo abrir as portas



Acho
que tu viste uma brecha



E
entraste...



Sua,
sua




Exploradora linda


 

 








publicado por bamos às 03:16
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 12 de Outubro de 2005

Magias



































 

 

 

 

 

 

 

 

 

 








publicado por bamos às 03:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 9 de Outubro de 2005

Palavras de todo e qualquer Deus em qualquer religião



































 

 

 

 

 

 

 

 

 

 








publicado por bamos às 20:32
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Outubro de 2005

Eclipse





“Um dia na tua vida

Todos os sentidos do dia estavam virados apenas para a noite que se adivinhava, chegaria com uma vida de dotes e qualidades nunca antes vista; jamais uma noite se tinha sentido durante o dia, e a expectativa era enorme como se pode imaginar, e como talvez se não consiga sentir, pois só quem aquele momento viveu estaria hoje, como eu, a ser e a tentar transmitir tudo o que viu, sem ter a certeza de ser bem sucedido, pois só visto!

Mas tentando e dizendo que todos os atributos do dia, naquele, se tinham tornado evidencias totais da noite, sem qualquer sombra de duvida, só tinha o que não se via, e só se via o que não se poderia ter, e sentia-se a noite naquele dia que não se fazia sentir. Embora todos soubessem o que era e os outros não duvidavam que a noite se seguiria, os que restavam tinham a certa certeza de que sabiam como seria, e ninguém adiantava o que iria ser um prognóstico.

Ao mar de vazios, tempestades de confusões que se seguiu, bem o que se seguiu, foi tão somente que a noite chegou e que aos poucos tudo se normalizou, em espaços a grande massa foi-se enchendo e as partículas assentando, só já nada ficou como antes, pois diurnos transformavam-se em nocturnos e estes num instinto de sobrevivência refugiam-se no dia. Que dias melhores se seguiram? Todos estavam longe para responder, pois existia uma noite a descobrir e um novo dia para fazer!

Caprichos da natureza!? Poderá ser!! Poderá ser!! “


publicado por bamos às 10:27
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Domingo, 2 de Outubro de 2005

Eclipse







publicado por bamos às 23:23
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005


blogs SAPO

.subscrever feeds