Quarta-feira, 20 de Julho de 2005

No fim...
















publicado por bamos às 02:39
link do post | comentar | favorito
|

Quase a perfeição. Perfeita!








 



 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 




“Milady é perigoso contempla-la”




“Deslumbramentos”



E por
ai fora...



A sua
cultura e gostos deixam-me abstracto




Culturas ou plantações e ainda muita cor



 Que
não interessa, para ser exacto



...
Seja o que for.



Está
tudo Verde



E
neste deserto já nada se planta acredite




mesmo as rosas florescem




Quando sua humidade generosamente se perde




Encontram uma pneumonia



Verde
rosada azulada



Quem
se importa!? Está tudo verde mesmo!




Fracções de segundo em que dois neurónios




Diferentes em distintos seres dizem pensam




Sentem a identidade da coisa,



Isso
é a percentagem




Ínfima quase inexistente da casualidade



Em
que a vida foi criada, big bang



E
surgiu, surgem imaculados




Destinados escritos




Outros fotografados



Que
ilha meu deus que ilha



Ai
que eu não saio do teu Verde pingado



 














publicado por bamos às 02:27
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Terça-feira, 19 de Julho de 2005

A vida








 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



 



Hold me
close and hold me fast

The magic spell you cast

This is la vie en rose




When you kiss me heaven sighs

And tho I close my eyes

I see la vie en rose



When you
press me to your heart

I’m in a world apart

A world where roses bloom



And when you
speak...angels sing from above

Everyday words seem...to turn into love songs




Give your heart and soul to me

And life will always be

La vie en rose



 














publicado por bamos às 04:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Julho de 2005

Agarras-me e juntas-nos aos pedaços













Tudo e tudo podemos ser um
puzzle


uns dias fácil outros um pouco
difícil














publicado por bamos às 05:28
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Domingo, 17 de Julho de 2005

Nem a vida mas só ela









Demora mais…



Mas
não dias



Nem
anos



Não
não



Nem
tempo



E
enquanto esperamos




Beijamos, dizemos amor




Fazemos



Tão
bom...




Fazer-te o dito na noite toda



E
acordar esfomeado de mais



E
ainda



Entre
compotas marmeladas de frutos



Ovos
mexidos continuamos danadinhos




Entornamos os "danoninhos"



Em
lençóis que escorregam



Como
as noites que sufocam



Em sumos
e taças de cereais



Onde
deixas impressões digitais



O
tempo Parou



Tão
bom…




Quando me fazes



O
dito



Cujo…
tempo não levou



Pois nos filhos ficou escrito







publicado por bamos às 05:00
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 16 de Julho de 2005

Allah Nós2








 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 



 



 



 



 



 



 



 



 


</p>











Podes sorrir,
Por vezes o melhor que recebo quase sempre é um silencio sorrido
Que apoia e ou aceita ainda que não entenda.
O meu está aqui sempre para ti
Adoro tu :)



 




publicado por bamos às 04:49
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 15 de Julho de 2005

Namora esse olhar








 



Aii
jasusssssssss




Amorrrrrrrr



Esse
que me fazes com o olhar



Me
devora



Vai
devorar sim se isto era fome



Tudo
o inverso, entenderei fartura




Bem-vinda seja



Falto
te



Faço
tanta tanta...



Tanta



Que
até...



Me
fazes mais a mim



Falta
que a gente toda



E não
és como nem toda a gente



És
mais que isso tudo junto



A
aldeia toda não faz



A
cidade que te vejo



E o
mundo que és




Faz-me crescer amor



Faz
em mim uma saída!



Onde
podemos entrar




uma…



Duas
já são dilema



Três,
tripeça




Quatro




Manicómio



5....



Vou
ali, já venho


</p>










 




publicado por bamos às 04:13
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Julho de 2005

Ai ai ai favo de mel achocolato-te
































publicado por bamos às 15:42
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 12 de Julho de 2005

Pode ser …uma frame tua







</p>


 



 


 


 


 


 


 


 



 



 



 




Felicidade é um momento, um segundo



Sinto-me
bem e tentar fazer com que esse segundo



Se
prolongue sem definições conhecidas de tempo
.



João



 







publicado por bamos às 04:11
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Julho de 2005

Avé... Maria...







</p>


 



 


 


 


 


 


 


 


 


 



Cheia de graça







publicado por bamos às 04:48
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Numa boa amiga silenciosa...

. Onde se inventa e de cert...

. Em beijos de luz a zul

. ...

.

Take...

.

Paix...

.

Enqu...

.

dois...

.

Palm...

.

Prim...

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005


blogs SAPO

.subscrever feeds